#ROADTRIP: 18.000 km de Memorias

  • terça-feira, dezembro 27, 2016
  • By Nicole Regiane
  • 14 Comments

Resumo das Minhas Viagens em 2016
E 2016 está chegando ao fim! Esse ano foi sem dúvida um ano de muitas realizações. Eu estou participando de um grupo de blogueiros viajantes: o Bloggers Out and About. A blogagem coletiva de dezembro de 2016, tem como tema o "Resumo das Minhas Viagens em 2016".


Quando eu vi esse tema falei AGORA QUE EU ME ACABO! Podem me chamar de enrolada, mas a faculdade também tem uma parcela de culpa, mas eu vou arrumar tempo para editar os vídeos da viagem.

Esse ano eu e minha família fizemos uma viagem INCRIVEL, atravessamos o Canada de carro, fomos para Boston e depois até a Califórnia e voltamos. Isso tudo em 2 meses! Ficamos a maior parte do tempo em acampamentos e de acordo com o meu pai rodamos 18.000 km. Eu filmei tudo e vão ter muitos vlogs no canal em breve, de acordo com as minhas contas uns 25 no mínimo.

Untitled
Começamos a viagem no final de junho, eu tinha um vestibular em Boston então meu pai aproveitou para juntar a família inteira e fazer um trajeto de carro até lá. Primeiro passamos por Prince Edward Island (Ilha do Príncipe Eduardo), que é uma das dez províncias do Canadá. Para chegar nela passamos pela Confederation Bridge (Ponte das Confederações) que possui 12km e conecta Ilha do Príncipe Eduardo com Nova Brunswick. O nome da ilha vem do Príncipe Eduardo Augusto, o pai da Rainha Vitória. Na volta sem querer (culpa do GPS) voltamos pelo Ferry, uma coisa que eu nunca tinha feito antes. Eles colocam carros, trailers, ônibus e caminhões em um navio bem grande.


Saindo do Ferry fomos para Halifax. Se você (como eu) já deu uma pesquisa mais a fundo na história do Titanic essa cidade canadense te lembra algumas coisas. Halifax é o ponto em terra mais próximo do local do naufrágio do Titanic. De lá partiram os navios para o socorro das vítimas e foram enterradas vítimas desconhecidas. Outro fato curioso dessa cidade e todos os anos a cidade de Halifax envia o maior e melhor pinheiro da província de Nova Escócia para a cidade de Boston, nos EUA. O pinheiro é uma homenagem à ajuda prestada pelo país vizinho no desastre sofrido em Halifax no dia 06 de dezembro de 1917, quando ouve uma explosão e um incêndio na cidade causados pela colisão de dois navios carregados de explosivos, que vitimaram cerca de duas mil pessoas e deixaram mais de 9 mil feridas. Para terem uma noção, a explosão foi considerada a maior explosão antes da bomba atômica.

Graças a Cruz Vermelha de Boston, que chegou rapidamente ao local para ajudar os bombeiros canadenses, muitos feridos puderam ser resgatados naquele dia. Bem legal ne?


Após Halifax seguimos para Boston e passamos pela província de Rhode Island (que eu nunca tinha ouvido falar). Eu me senti de volta ao Brasil em Boston, por causa da grande quantidade de brasileiros lá. Ai que saudade do guaraná! Fizemos um passeio pelo animado centro de Boston, que cidade maravilhosa. Providence encantou pela beleza, me lembrou um pouco o Canada.


Depois do meu vestibular em Boston voltamos para Ottawa, para nos prepararmos para a segunda parte da viagem, até a Califórnia. Foi 1 dia de viagem mas conseguimos chegar em Winnipeg, lá nós fizemos um tour pelo centro e enfrentamos um furacão a noite. Nossa barraca virou e não foi nada legal.


De Winnipeg demos uma passada rápida em Regina. Que lugar lindo! Tudo tão organizado que tive vontade de colocar em um potinho e sair correndo gritando.


Nosso primeiro dia em Edmonton teve direito a um dos maiores shoppings da América do Norte. Vocês nem imaginam o que tinha dentro! Ou melhor, o que não tinha. Tem parque aquático, show com focas, montanha-russa, ring de patinação no gelo e por aí vai.


De Edmonton seguimos para Calgary, a cidade e muito linda. A Sears Tower e um ponto que você deve ir, porque a torre tem uma parte com o chão de vidro. E das torres com esse chão ela e a mais barata.


De Calgary fomos para Banff e depois para Vancouver. E que lugar e aquele? Lindo DEMAIS, um cartão postal. De lá eu tive que dar um pulo rápido em Boston (no dia do meu aniversário) para resolver algumas coisas da faculdade.


Voltei de Boston para Seattle e nossa aventura americana se iniciou. Gostei da Fábrica de aviões da Boeing, infelizmente não e permitido filmar dentro dela, mas eu amei. Adoro aviões e ver como eles colocam as peças no lugar e maravilhoso.


São Francisco foi nosso próximo destino, não conhecemos tudo porque o tempo estava nublado. Mas a vibe da cidade e incrível, passeamos por Chinatown e eu até brinquei que fui para a China e não me avisaram.



Após São Francisco nos arrumamos coisas para fazer na rota, por isso passamos pela General Sherman, a maior arvore do mundo e visitamos o castelo que a Lady Gaga gravou o clipe G.U.Y..



Fomos para Los Angeles, passeamos em Santa Monica e assistimos a première de Peter’s Dragon (Meu Amigo o Dragão). 


Saímos de lá e encaramos o Deserto de Mojave na Califórnia, mais conhecido como Death Valley (Vale da Morte). La chega a fazer mais de 40 C.


Chegamos em Las Vegas e eu tive um pequeno surto com a quantidade de luzes da cidade. Mas a parte engraçada e que a parte legal de Las Vegas em si e apenas composta de uma rua, o resto e uma cidade comum, casas, comércios, shoppings. Mas os casinos são sonhos, vale muito a pena.


Nosso retorno para o Canada foi pela histórica Rota 66, passamos pelo Hover Dam, Grand Canyon, por montanhas e chegamos em Chicago.
----

Nosso dia em Chicago foi bem tranquilo, a cidade e bem tranquila e muito linda. Tiramos várias fotos legais no The Cloud, ou como eu chamo “Feijaozão”.
Esse foi o final da viagem. Para 2017 eu já estou planejando passar uns meses no Brasil.  Ansiosos pelos vlogs? Confiram um resumo no novo trailer do canal:



E como é que foi o 2016 de vocês?  Quais são os planos e roteiros para 2017?


Para acompanhar um pouco mais das minhas aventuras, é só seguir nas redes sociais:

You Might Also Like

14 comentários