Primeira Campus Party em Brasília Supera Expectativas de Público

  • segunda-feira, junho 19, 2017
  • By Nicole Regiane
  • 0 Comments

#CPBSB | Blog Why Not?

Ao todo, cinco mil campuseiros e 64 mil pessoas passaram pelo Centro de Convenções Ulysses Guimarães durante os cinco dias de evento

Campus Party, uma das maiores experiências de tecnologia e inovação do mundo, passou por Brasília nos ultimos dias.
“Estamos muito felizes com esta primeira edição da Campus Party em Brasília. A participação dos campuseiros foi surpreendente em todos os palcos, workshops e hackathons, o que só confirmou o potencial inovador do Distrito Federal”, comemora o diretor-geral do evento, Tonico Novaes.



A presença do público na Open Campus, área aberta ao público, superou todas as expectativas.




etapa Brasília do Campeonato Brasileiro de DronesMais de 64 mil pessoas passaram pelo espaço e puderam interagir com uma série de simuladores, acompanhar o Hockey entre Robôs, participar da área Maker, assistir e torcer com a etapa Brasília do Campeonato Brasileiro de Drones, além de conhecer trabalhos acadêmicos e startups com ideias inovadoras. Em parceria com a Rede de Cidades Inteligentes e Humanas, foi realizado também um fórum com vários especialistas e autoridades que discutiu soluções para as cidades do futuro.

“Não há a menor dúvida que Brasília abraçou a Campus Party. Ficamos muito contentes em receber no espaço muitas famílias e, principalmente, crianças que puderam conhecer um pouco mais das tecnologias que eles já interagem ou que vão interagir em um futuro próximo”, complementa Francesco Farrugia, presidente do Instituto Campus Party.

Primeira Campus Party em Brasília Supera Expectativas de Público | Blog Why Not?

Na Arena, os destaques das mais de 250 horas de programação. Alguns dos que passaram pela Campus foram: o futurista e co-fundador da Campus Party, Paco Ragageles, o consultor estabelecido no Vale do Silício, Matthew F Reyes, o cientista de dados brasileiro, Ricardo Cappra, o artista multimídia e criador de show de drones, Horst Hörtner, o pai do movimento do Software Livre, Richard Stallman. Assim como:



a artista interdisciplinar que trabalha com a intersecção da arte e ciência, Ane Liu
A artista interdisciplinar que trabalha com a intersecção da arte e ciência, Ane Liu
Cid do Não Salvo na Campus Party Brasilia
Cid do Não Salvo contando sobre as suas noticias virais.
La Fenix no Campus Party Brasilia
A turma animada do La Fenix respondendo as perguntas da galera.

Um bate-papo com os youtubers de Brasília
Um bate-papo com os youtubers de Brasília
Uma novidade dessa edição foi a possibilidade de acompanhar via streaming na plataforma e aplicativo da Campus Party todas as palestras que ocorreram. Outro grande destaque das arenas foram os hackatons que reuniram um grande público em busca de soluções para a melhoria de políticas públicas para o bem-estar da sociedade.


A CPBSB também foi marcada pelo empreendedorismo. Cinquenta startups participaram do programa Startup & Makers, cuja proposta é impulsionar e capacitar jovens talentos e empreendedores. Novos negócios de áreas distintas como agronegócio, comunicação, educação, entretenimento, finanças, tecnologia, saúde e varejo tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos, testar mercados, aprender e ensinar para um público qualificado e ávido por curiosidades. Além disso, receberam mentorias, coaching e puderam interagir com investidores e diretores de grandes empresas que estiveram presentes no evento.

Vale destacar ainda os projetos de destaque da Campus Future. Unbeats, um robô humanoide, Insertfab, projeto de impressora 3D para cegos, e Mamutes do Cerrado, aeromodelo de baixo custo, foram os projetos que se destacaram no espaço.

A CPBSB foi uma iniciativa da ASTEPS (Associação Brasileira de Startups e Empreendedores Digitais), do Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Joe Valle e do Secretário Adjunto de Trabalho do DF, Thiago Jarjour.

“Outro fator importante para o sucesso dessa Campus Party foi a visita de ministros, autoridades e dezenas de comitivas que vieram de várias partes do país prestigiar o evento”, complementa Farruggia.



Confira abaixo os principais números da Campus Party Brasília
- Total de campuseiros:
 3.000
Barracas: 2.800, sendo 2.600 simples e 200 duplas

- Atividades:
Mais de 250 horas de conteúdos.

- Produção e Tecnologia:
Área total do evento – 54 mil m²
Cabos de rede – 20.000 metros
Cabos de fibra ótica – 40.000 metros
Velocidade da internet – 20 GBps
Envolvidos na organização – mais de 1.500 pessoas

- Programa Campus Future- 20 projetos universitários selecionados para participar do programa

- Programa Startup&Makers Camp

4 eventos em um: Startup & Makers Expo, Mentorias, Palco S&M e Workshops S&M
- Selecionados para a Campus Party Brasil: 50 startups (25 growth stage, 25 early stage)
- Mais de 35 horas de atividades

- Outros Números
Patrocinadores, Apoiadores, Media Partners e Instituições de ensino – 69 empresas
Comunidades - 36
Jornalistas, blogueiros e profissionais de imprensa cadastrados para cobertura – Mais de 300


Quem ai esteve por lá? Que venha a Campus Party 2018


Para acompanhar um pouco mais das minhas aventuras, é só seguir nas redes sociais: 

You Might Also Like

0 comentários